fbpx

Estratégia de vendas: veja como montar a sua

Se você quer ter um negócio de sucesso, além de um plano de negócios, precisa de uma boa estratégia de vendas. 

Neste artigo, você irá entender melhor sobre o significado de estratégia de vendas e o porquê ela é tão importante para um empreendimento e como montar uma para o seu negócio. Fique conosco e aprenda a vender mais!

Assim, se você quer turbinar suas vendas e atingir seus objetivos com um plano eficiente para suas vendas, acompanhe o artigo até final.

Em se tratando de lucratividade, a estratégia de vendas é um dos pilares de um negócio. Mas o que significa, exatamente, estratégia de vendas? Vamos lá!

O que é estratégia de vendas?

Estratégia de vendas pode ser descrita como um planejamento de técnicas de vendas e operações para vendedores realizarem seu objetivo: vender. 

Estratégia de vendas inclui branding – valorização da marca ou da loja – e táticas para aumentar vendas e receitas. 

Lembrando que não basta um alto faturamento: é necessário ter lucro, e a estratégia de vendas deve priorizar isso.

Estratégia de vendas x Estratégia de marketing

Não importa se você está ou planeja no futuro estar vendendo de porta em porta, se é um vendedor de uma multinacional ou se coordena uma grande equipe de vendedores: você precisa de uma estratégia de marketing consistente.

Alguns pontos imprescindíveis de uma estratégia de marketing são:

  • Definição e acompanhamento do público-alvo;
  • Marketing digital, como e-mail marketing;
  • Marketing de conteúdo;
  • Técnicas de negociação;
  • Gerenciamento das contas.

Queremos deixar claro, antes de tudo, que estratégia de marketing não é a mesma coisa que estratégia de vendas, porém, marketing faz parte das vendas. Marketing constrói, divulga e valoriza o negócio para os consumidores, ganhando e fidelizando clientes. Já o setor de vendas é mais específico: como fechar negócios.

Cada linha de produtos exige uma estratégia de vendas. Você ou sua equipe podem começar com um brainstorming, que é uma livre expressão de ideias, até encontrar soluções propícias. 

Por que a estratégia de vendas é importante?

Vender, hoje em dia, em geral não é uma “mamata”: a concorrência aumenta cada vez mais, além de a maior parte dela estar ligada nas novidades, tendências e recursos disponíveis para se destacar em vendas. Além disso, o público está exigente, pois as ofertas são muitas e estão por toda parte. 

Por isso, se você quer que sua empresa ou você, como vendedor autônomo, tenham, êxito e lucros consistentes, crescendo mesmo diante de uma acirrada concorrência e de um público progressivamente seletivo, precisa desenvolver um plano de estratégia de vendas, com foco em marketing.

A estratégia de marketing permite que você monitore seus resultados, avaliando a influência de suas ações e seu posicionamento sobre o público-alvo e os clientes que já ganhou. Não basta “empurrar” produtos ou serviços. 

A palavra-chave é ESTRATÉGIA. A seguir, vamos ver algumas delas para ajudar você a, mais do que realizar vendas, deixar seus clientes realizados e seu fluxo de caixa encorpado. 

Como montar uma estratégia de vendas?

Aqui é que chegamos direto ao ponto nevrálgico: como montar uma estratégia de vendas para vendedores?

Estratégias de venda são técnicas de venda que determinam de forma detalhada as formas como você e sua equipe vão ofertar o produto ou serviço para o público-alvo, seja porque eles precisam dele ou porque apenas o desejam. Você ainda pode fazer com que eles percebam que o necessitam ou o desejam: seja persuasivo – o que é diferente de ser invasivo.

Confira alguns passos essenciais à sua estratégia de vendas a seguir:

Desenvolva uma persona

Já ouviu falar em “persona”? Ela é um personagem fictício, mas totalmente baseado em um personagem real: seu cliente em potencial. Você pode ter uma ou mais personas, e cada uma delas tem nome, idade, profissão, vida pessoal e uma visão de mundo peculiar. 

Na hora de criar qualquer estratégia de vendas, você deve pensar em sua ou suas personas. Do que ela necessita? O que ela deseja? Como resolver sua dor e como lhe conceder benefícios? 

Mas como criar as personas ideais? Conhecendo bem seu público-alvo. Muito bem, diríamos. Monitorando seu comportamento, seus pensamentos e suas características.

Lembre-se de que a persona pode sofrer adaptações, alterações, conforme os objetivos do seu negócio e o contexto externo. Esteja ligado.

Aprenda com quem já é cliente satisfeito para ganhar mais e mais clientes satisfeitos. Não basta vender: é necessário manter o comprador sob sua influência. Quais tipos de clientes compram mais? Pagam mais? Exigem mais? Faça perguntas. Perguntas podem fornecer respostas importantes para quem precisa de uma boa estratégia de vendas.

Uma boa maneira de conhecer os potenciais clientes e clientes – e formar suas personas – é por meio das redes sociais. As deles e as suas. Interaja. E mantenha um olho na concorrência na Internet.

Concorrência

Falando em concorrência – já mencionamos sobre ela – é hora de focar exatamente em seus competidores de mercado.

Você investiu para conhecer o público, e agora precisa conhecer a concorrência. Nada de imitá-la: o negócio é ver o que está funcionando e fazer melhor ou, ao menos, diferente.

O que sua concorrência anda fazendo? Que métodos de venda vem utilizando? Novas tecnologias? 

Compreender a concorrência é fazer benchmarketing, um tipo de pesquisa importante para o setor de vendas. Colecionar panfletos, observar preços, ler o que eles escrevem, comprar o que eles vendem para comparar… nada disso é suficiente. A chave é saber: o que eles fazem melhor do que você, e o que você precisa fazer para mudar isso. 

Encontre diferenciais. Foque em preços, qualidade, atendimento ao cliente e marketing.

Defina objetivos

Sêneca, antigo filósofo, uma vez disse: “Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir.” Vale para a vida e os negócios.

Então, trace metas claras e defina como chegar lá. Nem sempre é simples, e várias operações e ajustes podem estar envolvidos, por isso você e sua equipe precisam estar focados em cada detalhe. 

Ademais, é importante economizar dinheiro e tempo para atingir seus objetivos.

Estabeleça metas para suas vendas, e faça isso com cada um de seus produtos ou serviços. 

  • O que eu vendo? 
  • Para quem eu quero vender?
  • Quais são meus prazos?
  • Quais são meus focos ou meu foco primordial? Um produto ou serviço específico?

E finalmente: nada de metas impossíveis. Seja realista. Tenha um bom conhecimento do mercado, da concorrência e do seu público. Não deixe de medir seus resultados para saber onde está indo e, se necessário, “ajustar as velas” do seu barco. Você pode não controlar as ondas – o mercado externo –, mas é você quem tem a direção da embarcação.

Uma boa estratégia para delimitar metas é SMART. Elas devem ser:

  1. Specific (Específicas);
  2. Mensurable (Mensuráveis);
  3. Achievable (Alcançáveis);
  4. Relevant (Relevantes);
  5. Time-Based (Temporais).

E o tal do funil? Ele é essencial!

Você provavelmente já ouviu sobre “funil de vendas”. 

Em estratégia de vendas, o tal do funil de vendas é semelhante a um funil físico, desses que você utiliza para diferentes filtragens. 

Então, a palavra aqui é FILTRAR. A substância entra no topo, a parte mais larga, e sai no extremo, mais estreito. É assim com as vendas.

  • Topo: público mais geral, em que muitos nem conhecem seu negócio ou o que você vende. Podem ser seguidores de suas redes sociais ou visitantes do seu site. Nem todos os que entram aqui, acabam do outro lado do funil;
  • Meio: é o meio-termo no caminho do cliente até comprar seu produto ou serviço. Não é uma pessoa tão aleatória, alheia, mas não está decidida a comprar, ou seja, não foi totalmente convencida, e há a ameaça da concorrência. Aqui entram as oportunidades e a captação de consumidores, que reconhecem seu problema ou desejo e a solução que você está oferecendo;
  • Fundo: é a decisão de compra. Em geral, transformam-se em seus cientes.

Procure adquirir um software para gerenciar cada etapa de venda, mensurando os resultados.

4 pilares da estratégia de vendas

Por fim, na criação prática de uma estratégia de vendas, você deve estar ciente das 4 etapas principais para ter um setor de vendas eficiente. Detalhe cada uma delas com o máximo de dados e possibilidades.

Em resumo, são elas:

  1. Encontrar seu público-alvo;
  2. Ganhar seu público-alvo;
  3. Manter seus clientes;
  4. Aumentar as vendas para seus clientes.

Concluindo, para vender cada vez mais e com maior eficiência e lucros, é necessário criar uma estratégia de marketing. Ela pode e deve ser continuamente analisada: o que está funcionando, e o que não?

Não se esqueça de manter você e sua equipe sempre atualizados em termos de técnicas de vendas e tendências de mercado.

A melhor estratégia que existe no mercado!

Uma das maiores aliadas em estratégias de vendas são as maquininhas de cartão de crédito. Que tal experimentar a maquininha de cartão da PayGo, a mais completa do mercado? Você irá aumentar suas vendas de uma forma que jamais viu antes! 

Esperamos que você tenha gostado do nosso artigo. Se gostou, compartilhe em suas redes sociais! 

Pensou em captura e controle de pagamentos com cartão de crédito, pensou PayGo.

Comments ( 0 )
Central de Atendimento 0800 727 9904