Serviços de recorrência: entenda o mercado de clubes por assinatura, planos e mensalidades

Juntamente com os avanços tecnológicos e as mudanças sociais, vieram as evoluções nos hábitos e possibilidades de consumo. Nesse caso, estamos falando em serviços de recorrência.

Eles incluem os serviços de mensalidade, serviços de clubes de assinatura e serviços de planos recorrentes, em geral regulados por contratos e pagos com cartão de crédito ou boleto. A cada dia os serviços de recorrência se tornam mais frequentes, o que tem gerado uma “economia da recorrência” (subscription economy). 

Neste artigo, você vai saber mais sobre esse tema: o que são serviços de recorrência, como funciona o sistema de serviços de recorrência e seu impacto no mercado atual e na sua empresa. Siga lendo e descubra como os serviços de recorrência podem aumentar o faturamento e os lucros do seu negócio.

O que são serviços de recorrência? 

Serviços de recorrência são fundamentados em pagamentos recorrentes. 

A cobrança recorrente ocorre de forma automática, através de meios como cartões de crédito ou débito – forma de pagamento que vem crescendo no Brasil e no mundo – e boleto bancário. 

Assim, serviços de recorrência funcionam a partir de pagamentos recorrentes, com serviços contínuos que exigem assinatura ou mensalidade – o pagamento pode ser por 1 dia até mensal, trimestral, semestral, anual e inclusive por mais de 1 ano. Quanto maior o período de contratação inicial do serviço, em geral, maiores são os descontos.  

A determinação da duração da relação entre a empresa e o comprador, ou melhor, os serviços recorrentes e o consumidor, é estabelecida em contrato. Frequentemente, há um período mínimo de adesão, e, caso o cliente venha a cancelar o plano antes desse tempo, pagará multa por rescisão. Por isso, serviços recorrentes são compromissos sérios, e é importante ler os contratos antes de aderir! 

Arrependimentos precoces podem custar caro ao consumidor, e gerar muitos lucros às empresas prestadoras de serviços recorrentes.

Para que os serviços continuem a ser prestados, o cliente deve manter o pagamento dos planos, mensalidades ou assinaturas em dia, evitando ainda ter que pagar a dívida atrasada com juros.

Para deixar mais claro, pagamentos recorrentes – para serviços de recorrência – ocorrem em períodos que são pré-determinados, com o objetivo de ceder um serviço ou um produto recorrente e automaticamente. 

Às vezes, os prazos são curtíssimos: ao alugar um filme em um streaming de vídeos, por exemplo, você tem direito a acessá-lo por 48h a partir do momento em que começar a assistir, porém o tempo para iniciar a sessão é bem maior, mais de 1 mês – o que é uma vantagem enorme em comparação com as antigas locadoras físicas, em que você precisava devolver o filme em 1 a 3 dias, sob pena de pagar mais.

Até pouco tempo, a modalidade de pagamento recorrente era apenas aplicada em prestadoras de serviços, como assinaturas de TV, Internet e revistas; hoje, não. Algumas empresas que trabalham frequentemente com serviços de recorrência são:

  • Softwares as a service (SaaS);
  • Empresas de contabilidade;
  • Gestão condominial;
  • Cursos;
  • Escolas;
  • Academias;
  • Clubes de assinaturas dos mais variados tipos: de livros a bebidas.  

O que define pagamento recorrente na prática

Ok, você já tem uma base sobre o que são serviços recorrentes. Mas quais os fatores básicos para que um pagamento seja considerado recorrente na prática? 

Vejamos:

  • Cobrar automaticamente mensalidades, assinaturas e planos;
  • Processamento de débitos pré-programados periodicamente;
  • Transações por gateway ou sistemas de pagamento, sejam adquirentes, subadquirentes etc.;
  • O limite do cliente não é tomado, senão o débito por período: o oposto do parcelamento.

A diferença entre parcelamento e pagamento recorrente é a seguinte:

  1. Parcelamento: pagamentos em taxas únicas, divididos em várias vezes. Se o produto ou serviço já foi entregue, o cliente segue quitando as parcelas até atingir o valor da taxa única, estando suscetível à cobrança de juros;
  2. Pagamento recorrente: utilizado nos serviços recorrentes. O produto ou serviço continua sendo enviado e cobrado com regularidade. Caso não receba o que comprou de forma contínua, o consumidor pode acionar serviços de proteção ao consumidor e evitar qualquer pagamento no período. 

Mas e cobrança recorrente, é o mesmo que pagamento recorrente? Tecnicamente, a resposta é positiva. Serviços recorrentes, que utilizam pagamentos recorrentes, recorrem a um processo de cobrança de débitos através de cartão ou boleto, com recorrência automática, controle de assinantes/contratantes e segurança antifraude.

O que muda com os serviços de recorrência

Serviços de recorrência não são apenas uma nova modalidade de pagamento/venda: eles estão mudando a maneira como as pessoas se relacionam com as compras. Ou seja, você não precisa mais adquirir, de forma literal, um produto: você paga para ter acesso recorrente, por tempo determinado, a ele. 

O fato é que a economia da recorrência inaugurou a frequente prática da compra recorrente e automatizada.

Conclusão

Serviços recorrentes podem ajudar sua empresa a crescer. 

Em uma empresa, a redução de custos proporcionada pelo pagamento recorrente diminui despesas com aquisição de clientes novos, ao passo que a manutenção dos antigos é realizada com menos marketing e promoções.

Além disso, você terá mais tempo para investir em aperfeiçoamento do seu negócio: atendimento ao cliente, qualidade dos produtos, gestão de pessoas são exemplos. Ainda por cima, evitará cobranças pessoais de clientes devido a inadimplência, terá maior controle sobre os clientes, mais retenção e aumento nas vendas através da recorrência. Quer mais? Menos preocupação com gestão de equipe, marketing e conciliação, embora esta seja vital.

Agora que você já sabe o que é economia de recorrência e quais os benefícios, é preciso escolher o melhor modelo de pagamento recorrente para você. Para isso, é importante ver quais tipos de pagamento que você pretende aceitar, se pretende permitir a compra do serviço por boleto bancário, se vai aceitar cartões de débito e crédito, quais bandeiras, etc.

Assim que você definir suas prioridades, é importante encontrar um software de faturamento recorrente que atenda essas prioridades, além de procurar um sistema que também possa aceitar outros meios de pagamento que não sejam de recorrência. 

Ao escolher um método de comércio recorrente, seu lucro pode crescer e ser ampliado, além de garantir um número de clientes que irá se manter fiel com você por conta da praticidade e qualidade do serviço.

A PayGo é a melhor opção e pode lhe ajudar!

Com o nosso sistema, você pode fazer e cuidar das suas transações recorrentes de forma rápida e segura. Com pagamentos recorrentes, você vai diminuir custos através de pagamentos contínuos por boleto e cartões de débito e crédito, mediante contratos de fidelidade, ter menos inadimplência e mais tempo para investir em outras áreas do seu negócio.

A PayGo pode ajudar você na fidelização de clientes com um sistema inovador que permite agendar cobranças, suspendê-las a qualquer momento, fazer inserções manuais ou por processamento de lotes, ter um custo fixo por transação, independentemente do valor do produto ou serviço, e controlar as transações em um painel simples de usar. 

Viu como a economia recorrente é o futuro do mercado e você pode utilizá-la de um jeito prático, fácil e seguro? Quer utilizá-la no seu negócio? Entre em contato conosco e dobre suas vendas hoje mesmo!

Comments ( 0 )
Central de Atendimento 0800 727 9904